Quatro pequenos-almoços que são saudáveis | Nutrição

Bom para o coração e ricos em fibra. Adeus, cereais de caixa!

Neste artigo darei 4 super receitas saudáveis e fitness, para você que pretende ter mais saúde e também precisa manter o peso em dia. Também darei uma dica super especial: O Suplemento Alimentar Alfacaps.

1. Sêmola de trigo

Necessita:

2 chalotas cortadas finas (se não tiver, use cebolas normais)
1/2 xícara de caldo de galinha
1 pacote de farinha de trigo
2 ovos grandes
1 rabanete cortado fino
1/2 abacate cortado

Faça assim:

Sofríe as chalotas ou cebola. Adicione o caldo. Hiérvelo. Em uma tigela, mistura a farinha com o caldo. Cozinhar os ovos na frigideira. Cobre-se a farinha com os ovos, o rabanete e o abacate.

466 calorias, 18 g de proteínas, 34 g de hidratos de carbono (6 g de fibra), 30 g de gordura.

 

2. Tigela de frutas com trigo

Necessita:

1/4 de xícara de trigo jogo
1 tangerina 1 kiwi em rodelas
algumas folhas de hortelã

Faça assim:

Misture o trigo com meia xícara de água e sálalo. Revista-o e coloque-o no microondas 5 minutos. Deixe descansar por cerca de 2 minutos. Acrescenta e cobre com a tangerina, kiwi e a hortelã.

269 calorias, 7 g de proteína, 52 g de hidratos de carbono (9 g de fibra), 5 g de gordura.

3. Porridge (papas) de trigo com mirtilos

Necessita:

½ Xícara de mirtilos
1 jacto-de-mel
2 colheres de sopa de mingau de trigo
2 punhados de nozes torradas pecanas
2 colheres de sopa de creme de leite leve
um pouco de sal

Faça assim:

Em uma panela, misture os mirtilos, 1 xícara de água e sal. Ferve até que se abram os mirtilos. Adicione o mel e o porridge (papas) de trigo. Desligue o fogo. Remove. Serve com as nozes e o creme de leite.

327 calorias, 6 g de proteínas, 47 g de hidratos de carbono (5 g de fibra), 14 g de gordura.

4. Farelo de aveia com proteína

Necessita:

½ Xícara de flocos de aveia
½ Copo de leite
2 colheres de sopa de proteína de whey de chocolate
1 banana cortada em rodelas
½ Xícara de mirtilos

Faça assim:

Misture os flocos, o leite e a proteína em pó. Cobre e deixe-o na geladeira a noite toda. Pela manhã, retire a tampa e aquece a aveia no micro-ondas durante 1 minuto. Adicione a banana.

432 calorias, 22 g de proteínas, 72 g de hidratos de carbono (9 g de fibra), 9 g de gordura.

5. Suplemento Alimentar a Base de Psylium – Alfacaps (Para Emagrecer Saudável)

A ultima dica que darei nesta publicação, é sobre um suplemento alimentar natural a base de Agar Agar, Spirulina e Psyllium. Sua composição garante uma suplementação natural e saudável, tanto para quem precisa emagrecer como para pessoas que buscam ter mais saúde física.

alfacaps

Onde Comprar Alfa caps com Seguraça?

Alfacaps não pode ser encontrado em qualquer lugar, como Farmácias ou Mercado Livre. Ele somente é vendido pelo site oficial do fabricante.

Combate as alergias | Saúde

O que você precisa saber para se esquecer de olhos vermelhos, coceira e espirros.

Combate as alergias

Segundo dados da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SEAIC), um em cada cinco espanhóis sofre de alergias. O motivo de seus espirros é muito simples: o seu sistema imunitário se depara com uma substância inócua (o pólen, por exemplo), a classifica erroneamente como uma ameaça… e lança um contra-ataque desmedido em forma de muco e coceira, entre outros.

TODA A CULPA É DO MALDITO PÓLEN: O FALSO!

O certo é que o polvilho primavera mais odiado é apenas o responsável por 31,5% das alergias.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Se o pólen se mata, tenta passar o menor tempo possível fora de casa, entre maio e junho. Durante esses meses polinizam as gramíneas, os polenes mais alérgenos e de maior distribuição no nosso país. Claro que o problema é que, na costa mediterrânea da zona de perigo se estende desde março até novembro. Para não falar de outros pólens cada vez mais presentes, como o da banana sombra, que sujam o ambiente entre março e abril.

O resultado desta polinização quase perpétua? “É Cada vez maior o número de pacientes que são alérgicos a vários pólens, apresentando sintomas quase perenes”, afirma o doutor Francisco Feio Brito, coordenador do Comitê de Aerobiología da SEAIC. Felizmente, a solução está em suas mãos. Faça caso do conselho de Feio Brito: “É muito importante seguir o tratamento de manutenção até que se complete a polinização das plantas em que o paciente é alérgico”

Segundo dados da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SEAIC), um em cada cinco espanhóis sofre de alergias. O motivo de seus espirros é muito simples: o seu sistema imunitário se depara com uma substância inócua (o pólen, por exemplo), a classifica erroneamente como uma ameaça… e lança um contra-ataque desmedido em forma de muco e coceira, entre outros.

TODA A CULPA É DO MALDITO PÓLEN: O FALSO!

O certo é que o polvilho primavera mais odiado é apenas o responsável por 31,5% das alergias.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Se o pólen se mata, tenta passar o menor tempo possível fora de casa, entre maio e junho. Durante esses meses polinizam as gramíneas, os polenes mais alérgenos e de maior distribuição no nosso país. Claro que o problema é que, na costa mediterrânea da zona de perigo se estende desde março até novembro. Para não falar de outros pólens cada vez mais presentes, como o da banana sombra, que sujam o ambiente entre março e abril.

O resultado desta polinização quase perpétua? “É Cada vez maior o número de pacientes que são alérgicos a vários pólens, apresentando sintomas quase perenes”, afirma o doutor Francisco Feio Brito, coordenador do Comitê de Aerobiología da SEAIC. Felizmente, a solução está em suas mãos. Faça caso do conselho de Feio Brito: “É muito importante seguir o tratamento de manutenção até que se complete a polinização das plantas em que o paciente é alérgico”

HÁ MAIS ALERGIAS POR NOSSA OBSESSÃO POR LIMPEZA: O VERDADEIRO!!!!… E FALSO!

O nosso sistema imunológico está preparado para atacar violentamente a vírus e bactérias, mas, nos últimos anos, a nossa obsessão por limpeza e a nossa preferência por antibióticos lhe foi tirado muito trabalho de cima, produzindo um inesperado efeito colateral.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Não faz falta que a partir de agora fuja do chuveiro como a peste… Simplesmente, a próxima vez que o seu médico lhe prescrever um antibiótico, pergunte se é absolutamente necessário. Se o seu sistema imunitário é forçado a empregar a fundo contra os invasores, pode ser que com o tempo comece a prestar menos atenção aos alérgenos. Outro truque: come mais alimentos com fermentos, como o chucrute ou o kefir. Estão carregados de bactérias benéficas que potenciarão o seu sistema imunitário.

VOCÊ É ALÉRGICO E NÃO O SABES?: O VERDADEIRO!!!!

Nariz entupido, muco, olhos vermelhos… Os sintomas da rinite se parecem tanto com os do resfriado comum que, muitas vezes, acabamos confundindo uma alergia com um simples constipado. O problema, amigo, é que o frio não vai predisponerte a sofrer de sinusite, infecções do ouvido médio ou até mesmo asma e de alergias não tratadas, sim.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Tomar boa nota da receita do doutor José Manuel Barceló para descobrir de uma vez por todas que seu nariz está acontecendo em seu nariz:

Constipação

Alergia

Antecedentes alérgicos

Não frequentes

Frequentes

Outras alergias associadas

Não frequentes

Frequentes

Duração

Não mais de uma semana

Semanas ou meses

Apresentação

Pouco a pouco

Bruscamente

Febre

Pode produzi-la

Muito raro

Muco

Mais espesso e amarelo-esverdeado

Mais líquido e claro

PÕE-TE À PROVA

Você deve visitar o alergistas?

Sim, sempre que tiver sintomas de asma, rinite, conjuntivite, dermatite atópica, urticária, edema ou inchaço, sintomas digestivos de dor, vómitos ou diarreia, ou reações com alimentos, medicamentos ou picadas. De todas formas, tenha em conta que nem todas as pessoas que apresentam esses sintomas sofrem de alergia. Redobra suas suspeitas se são intensos, frequentes e duradouros, ou se você notar uma relação clara entre tocar, respirar ou comer alguma substância suspeita e o aparecimento dos sintomas.

Quais testes ma vai asometer?

Certamente, uma em pele (testes cutâneos por picada) com diversos alérgenos, para descobrir qual deles você está amargurando a vida. Também é provável que seu especialista te pedir um exame de sangue para conhecer sua predisposição a ter alergias (que costuma ser hereditária). Se os resultados não acabam de convencer, é possível que se submeta a testes de exposição, provocação ou tolerância. Tranquilo: todas são absolutamente indoloras (apesar de um pouco chato).

Os medicamentos influenciam as provas?

Pois sim. Alguns medicamentos podem alterarlas, começando pelos anti-histamínicos, que são usados para combater a constipação, prurido, insomnios, sintomas… e alergias. Para evitar resultados errôneos, quando você submeter-se às provas não se esqueça de dizer a seu alérgolo todos os medicamentos que você está tomando neste momento.

Cepíllate como um profissional | Saúde

Aperfeiçoa a tua técnica e ganhará em saúde. Garantido

CORRIGE O ÂNGULO

Os dentistas recomendam a “técnica de Bass modificada“. E é algo em que todos os especialistas coincidem em que recorremos. “Com a escova manual deverá inclinar 45º e realizar um movimento de varredura vertical da gengiva para fora pela frente e por trás dos dentes, e a circular sobre a superfície masticatoria“, garante a doutora Cristina Álvarez, Creu Branca. “Com a escova elétrica você tem que fazer um movimento circular por todas as superfícies dentais“. Sustento a escova com uma inclinação de 45º contra a linha das gengivas e move o punho ligeiramente; as porcas não devem se mover muito.

CUIDA DA LÍNGUA

Vá percorrendo assim toda a boca, sem deixar nenhuma área, nem mesmo a superfície lingual das gengivas. “Também não há que esquecer a língua“, observa a doutora Álvarez. “Além da escovação, use um limpador lingual e, finalmente, lave com um colutorio adequado para o seu tipo de dentes“, aponta.

PEGUE A ESCOVA COM SUAVIDADE

Se você aplicar uma pressão excessiva ou uma técnica inadequada como é a de varredura (ou seja, movimentos de frente para trás), podem produzir desgastes na gengiva e o dente, deixando à vista as raízes dentárias que chamamos de recessões“, aponta Afonso Oteo, de Periocentrum Segóvia. Solução: deixe de segurar a sua escova, como se fosse uma raquete de tênis. O Dr. Oteo recomenda “agarrar o punho como um guiador estendendo o dedo polegar para as cerdas da escova“.

LIMPA A ESCOVA

Embora alguns estudos apontam para o micro-ondas como o instrumento ideal para a limpeza da escova, o doutor Afonso Oteo preferir o método tradicional. “É um pouco complicado limpar a escova no microondas 3 vezes ao dia”, garante. “Algo que pode produzir que se funda o mango não parece que faça muito sentido“. Como diz Cristina Álvarez, o mais importante é lavar bem a escova sob a torneira e não salvá-lo com a tampa de protecção. “A umidade favorece o aparecimento de bactérias”, diz. “Daí que a secagem seja tão importante“. Algumas marcas como a Philips vendem escovas dentais elétricas com higienizador com raios UV, “o que elimina as bactérias e são muito eficazes“.

USE UMA ESCOVA ELÉTRICA

Com as escovas elétricas reduz a placa e previne a gengivite melhor do que com os manuais de usuário, de acordo com um recente estudo norte-americano. Opte por um que tenha temporizador interno. Cepillándote durante 2 minutos elimina 26% a mais de placa do que com 46 segundos, que é o tempo de escovagem meio.

O SUBSTITUTO DO FIO DENTAL

O fio dental não é o único meio para se chegar entre os dentes –nem tem que ser o melhor–. Existe um moderno engenhoca chamada escova interdental e que é mais eficaz do que o fio na remoção da placa entre os dentes, de acordo com um recente estudo publicado no Evidence-Based Dentistry.

PASTA PARA DENTES SENSÍVEIS

O NovaMin é um tipo de vidro bioactivo que contribui para a reparação dos túbulos do dente que causam a sensibilidade e que também pode ajudar a remineralização dos dentes, de acordo com alguns estudos publicados no “Journal of Clinical Dentistry” e o “Australian Dental Journal”, respectivamente.